Blogs/Colunas

Eles fizeram a diferença

A 2016 não teria sido a revista que foi sem o nosso time de fotografia. Desde a edição de estreia, em junho de 2010, o trabalho foi coordenado pelo editor executivo da Agência ISTOÉ, César Itiberê. Tenaz, Itiberê foi a pessoa por trás de muitas de nossas ideias para ensaios e capas. Em seus quase 7 anos, a revista teve dois editores de fotografia. O primeiro foi o artista plástico Max G. Pinto, que elevou o padrão das fotos publicadas pela revista e que nos obrigou a buscar sempre soluções originais. Max foi sucedido por Juca Rodrigues, que manteve o nível de excelência de nossas páginas.

Se a 2016 ficou conhecida como uma revista de grandes fotos, isso se deve principalmente a seis profissionais. O francês Frederic Jean, editor de foto da ISTOÉ, é o rei da luz certa e do ângulo correto. Em São Paulo, ele foi acompanhado por João Castellano, tão criativo quanto eficiente, e Pedro Dias, capaz de extrair o máximo de cada personagem. No Rio, produzimos retratos inesquecíveis graças a talentos extraordinários como Christian Gaul, Daryan Dornelles e Stefano Martini. Este último é o autor da foto de capa da derradeira edição da 2016.

Brilharam nas páginas da 2016 os seguintes fotógrafos: Adriano Machado, Andreas Heiniger, André Lessa, Bob Wolfenson, Bruno Magalhães, Bruno Miranda, Caio Guatelli, Calé, Carlos Rocha, Cássio Vasconcellos, Cláudia Jaguaribe, Cláudio Gatti, Coletivo Garapa, Daniel Arantes, Daniel Kfouri, Daniel Lloyd Immel, Daniel Martins, Daniel Spalato, Daniela Dacorso, Edu Lopes, Eduardo Zappia, Emiliano Capozoli, Ernesto Beltre, Felipe Gabriel, Felipe Varanda, Gabriel Rinaldi, Ioram Finguerman, Jair Lanes, Jayme Carvalho Júnior, Jeffernon Bernandes, Jonne Roriz, Jorge Bispo, Karime Xavier, Kelsen Fernandes, Kiko Ferritte, Luana Fischer, Léo Drummond, Marcelo Correa, Marcelo Faustini, Márcio Scavone, Marcos Ankosqui, Marcus Desimoni, Massao Goto Filho, Maurício Nahas, Mauro Filho, Mel Gerbara, Mirian Fichtner, Nana Moraes, Orestes Locatel, Orlando Azevedo, Otávi o Dias, Paulo Mancini, Paulo Pereira, Pedro Kirilos, Penna Prearo, Pisco Del Gaiso, Rafael Hupsel, Rafael Motta, Ricardo Junqueira, Ricardo Ribas, Roberto Castro, Rodrigo Paiva, Rogério Albuquerque, Rogério Cassimiro, Sérgio Lima, Sheila Oliveira, Stephane Lavoué, Teco Barbero, Tom Cabral, Toni Pires, Victor Sokolowicz e Wenderson Araújo.

Muitos dos elogios que a 2016 recebeu devem ser direcionados aos responsáveis pelo visual da revista. Tudo começou com o projeto gráfico inovador do diretor de arte e cineasta Ricardo van Steen, que contou, para este trabalho, com a colaboração do designer Bruno Pugens. Desde a segunda edição, quem manda na aparência da revista é o editor de arte Pedro Matallo. Versátil, rápido e engenhoso, Pedro foi vital para que a revista decolasse. Das 38 edições da 2016, ele só não fez duas. A de estreia, que ficou a cargo de van Steen e Bruno, e a de número 10, feita pela editora de arte Mônica Ribeiro porque, a poucos dias do fechamento, Pedro precisou viajar para Angola para lançar um jornal de economia. Rápida, sensível e criativa, Mônica entregou uma revista linda.

As reportagens, entrevistas, denúncias, análises e perfis realizados pela 2016 foram obra de uma equipe de texto talentosa e aguerrida. A começar pelo editor da revista, Lucas Bessel. Ele não só é tecnicamente ótimo (conhece gramática como poucos), mas igualmente imaginativo e ousado. Antes de Lucas, as páginas da revista receberam a picardia e a inteligência do também editor Edson Franco.

Nos últimos 7 anos, os jornalistas mais fiéis à 2016 foram Demétrio Rana (um repórter com faro para desvendar autoridades e gestores ineptos), Flávia Ribeiro (sempre com ótimas pautas e ideias sobre a vida carioca), Márcio Kroehn (atento, como poucos, a personagens ainda desconhecidos), Mariana Barboza (que assinou alguns de nossos melhores perfis), Nathalia Ziemkiewicz (vencedora de dois prêmios Petrobras de jornalismo por duas reportagens feitas para a 2016) e Rodrigo Cardoso (o autor das entrevistas mais reveladoras que fizemos). Sem eles, a 2016 não teria sido uma revista tão bacana.

Um time enorme de colaboradores merece sinceros agradecimentos da redação. São eles: Adalberto Leister Filho, Alexandre Lyrio, Aline Ridolfi, Amanda Romanelli, Amauri Knevitz Júnior, Ana Beatriz Chacur, Ana Carolina Nunes, Ana Weiss, Beatriz Marques, Brian Windhorst, Bruna Borelli, Bruna Estevanin, Bruna Narcizo, Camila Brandalise, Celso Miranda, Cilene Pereira, Cleyton Santos, Danielle Sanches, Dafne Sampaio, Daniel Brito, David Nicholson, Débora Chaves, Denis Maciel, Dirley Fernandes, Elaine Ortiz, Eliane Lobato, Fabíola Perez, Fátima Cardeal, Fausto Fawcett, Flávio Costa, Flávio Meireles, Gabriela Moreno, George Hamilton, Giacomo Leone Neto, Giancarlo Proença, Giedre Moura, Giuliana Miranda, Guilherme Costa, Helena Borges, Hélio de La Peña, Herculano Barreto Filho, Hugo Cilo, Hugo Marques, Igor Costa, Israel do Vale, Jaime Lerner, João Loes, Jo ão Marcelo Neto, Jorge Eduardo Mosquera, José Carlos Brunoro, José Ricardo Campos, Juliana Cariello, Juliana Granjeia, Juliana Tiraboschi, Kátia Rubio, Larissa Veloso, Leandro Mariano, Leonardo Francia, Lívia Deodato, Ludmilla Amaral, Luiz Castro Montes, Luiza Villaméa, Magic Paula, Marcel Gugoni, Marcelo de Paula, Marcelo Laguna, Marcelo Madureira, Marcos Diego Nogueira, Marcos Zanni, Mariana Bastos, Mariana Brugger, Mariana Lajolo, Marianne Piemonte, Marina Rossi, Marisa Folgato, Mateus Silva Alves, Maurício Oliveira, Michel Alecrim, Mônica Tarantino, Murilo Borges, MV Bill, Natália Martino, Natalie Gedra, Nelson Cilo, Nélson Siqueira, Nivaldo Souza, Otaviano Helene, Paola Bello, Patrícia Diguê, Patrick Cruz, Paula Rocha, Paulo Lima, Pedro Marcondes de Moura, Rachel Costa, Rafael de Pino, Rafael Freire, Rafael Pereira, Ralphe Manzoni Jr., Raphael Simões, Raul Montenegro, Renan Rodrigue s, Renata Falzoni, Renata Valério de Mesquita, Renato Senise, Ricardo Mendonça, Ricardo Seno, Roberta Namour, Roberta Salles, Rodolfo Rodrigues, Rodrigo Caetano, Rodrigo Lara, Rodrigo Lima, Rodrigo Novaes, Rodrigo Ribeiro, Rômulo Tesi, Ronaldo Bressane, Rosângela Petta, Rosenildo Gomes Ferreira, Sérgio Quintanilha, Sérgio Torres, Simone Aleixo, Simone Avellar, Simone Goldberg, Solange Azevedo, Tânia Furtado, Tatiana Bautzer, Tércio Saccol, Thaís Botelho, Tom Cardoso, Tony Blair (é sério, ele escreveu um artigo para nós), Vanessa Sulina, Vera Lynn, Walter Paschoalino,Wilson Cardoso de Sá, Xico Sá e Yan Boechat.

Tivemos também a sorte de contar com o bom gosto dos ilustradores: André Toma, Daniel Rosini, Daniel Vincent, João Faissal, Juliana Russo, Luciana Oliveira, Oliver Quinto, Otávio Almeida, Rica Ramos, Sara Prado, Toller e Yoshi Kawazaki, além dos produtores Alê Duprat, Cintia Sanchez, Cris Lopez, Gilberto Miranda, Jana Mell, Juliana Borba, L. Braga Júnior, Lúcio Fonseca, Marcela Moura e Sayuri Odo.